Esculturas hiper-realistas de Sam Jinks



Os mínimos detalhes contidos nas esculturas hiper-realistas de Sam Jinks as tornam um tanto perturbadoras, mas, sobretudo, o trabalho do australiano é de uma sensibilidade extraordinária. O artista utiliza silicone, pintura e cabelo humano para criar suas peças, a impressão que temos é a de que criação ganha também um pouco, ou, talvez muito, de personalidade. Não é difícil imaginá-las criando vida e se manifestando, como essa por exemplo:



Jinks aprendeu a moldar esculturas e a utilizar látex e silicone quando trabalhava na TV e precisava criar fantoches, além disso, ele ganhou experiência na área de efeitos especiais para cinema. Ele aprendeu o ofício e há oito anos se dedica apenas à sua arte. Seu acervo pode ser encontrado em alguns lugares ao redor do mundo que incluem: o Museu de Arte Kiran Nader, em Dehli, na Índia e o Museu de Escultura Figurativa Internacional Contemporânea (MEFIC), em Portugal. Além de vários museus na Austrália, sua terra natal.

Para acessar todo o seu portfólio clique aqui.



Via: zupi.com.br







 


Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE REBORN DE LARISSA VERSOLATO

As expressivas esculturas em argila de Jurga Martin

Romero Britto e sua arte inspiradora