Max Waldman, um amante do ballet e da fotografia

Max Waldman nasceu em Nova York, em 1919.Filho de imigrantes ,aprendeu a fotografia durante os anos de 1930 enquanto servia no Civilian Conservation Corps e estudou escultura na Art Students League, em Nova York. Depois de trabalhar como fotógrafo comercial (1949-1965), resolveu fotografar apenas o que ele gostava.

Primeiro, ele virou a câmera sobre os teatros de Nova York, na captura de imagens muito procuradas hoje em dia nos livros de história do teatro.Depois foi a vez do ballet. 

Um de seus grandes trabalhos foi em 1970 pela revista LIFE no qual teve a missão de fotografar a bailarina russa Natalia Makarova que havia se mudado recentemente para os Estados Unidos. Além de Makarova, Waldman fotografou outras estrelas como Rudolf Nureyev e Mikhail Baryshnikov.

Segundo o crítico de arte, Clive Barnes, a arte de Waldman superou o conflito inerente entre a natureza fugaz, tridimensional da dança e da qualidade estática e bidimensional da fotografia. 

O trabalho de Waldman foi publicado em três livros, e suas imagens estão nas coleções de instituições de prestígio, como o Museu de Arte Moderna de Nova Iorque e do Museu Internacional de George Eastman House of Photography and Film, em Rochester, Nova Iorque. 

Max Waldman faleceu em março de 1981 mas seu trabalho nunca foi esquecido pelos amantes do ballet.

Confira um pouco aqui e saiba mais sobre sua carreira no site http://www.maxwaldman.com




















Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE REBORN DE LARISSA VERSOLATO

As expressivas esculturas em argila de Jurga Martin

Romero Britto e sua arte inspiradora