10/05/2014

Parque dos Monstros tem esculturas assustadoras do século 16




Um jardim na Itália foi projetado por um arquiteto que trabalhou na Capela Sistina com construções de pedra representam ogros, sereias e seres mitológicos.



Repleto de estranhas figuras de pedra que representam ogros, animais e figuras mitológicas, um jardim na Itália ficou mais conhecido pelo seu apelido, Parque dos Monstros, do que pelo seu nome oficial, Bosque Sagrado de Bomarzo.

Criado no século 16, o jardim fica ao lado de um castelo em Bomarzo, localidade na região de Lazio, no centro do país. 


Ele foi construído a pedido do príncipe Pier Francesco Orsini, conhecido como Vicino, que afirmou querer um local do tipo para “distrair o coração”. 

O arquiteto que projetou o parque, Pirro Ligorio, ficou famoso por ter trabalhado na Capela Sistina, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, após a morte de Michelangelo.

Entre as figuras representadas nas esculturas de pedra do Parque dos Monstros, há dragões em luta, um elefante matando um guerreiro, sereias, leões, ogros, esfinges e a personagem da Bela Adormecida. Também há uma casa torta e pequenos templos.


Após a morte de Vicino, o parque ficou abandonado por séculos, até ser restaurado e reaberto à visita de turistas.




]


Fonte: G1

Pintura Corporal Ilusionista de Johannes Stoetter



Embora pareça uma simples imagem de um papagaio empoleirado em um galho de árvore, acredite ou não, é realmente uma fotografia de uma mulher cujo corpo inteiro foi pintado para se parecer com o pássaro tropical.Esta é a obra de arte corporal de Johannes Stoetter , que é uma especialista em criar ilusões de arte com corpos pintados em situações e posições incrivelmente realistas. Olhando de perto a imagem, logo se torna evidente o braço de uma mulher, curvado sobre sua cabeça, que faz-se a cabeça da ave, com a mão pintada para parecer com o bico. Seu braço e perna direita formam asas coloridas da ave, enquanto a perna esquerda estendida funciona como as penas da cauda longa do papagaio.

Stoetter, que foi premiado Campeão do Mundo em 2012 de pintura corporal, levou quatro semanas para planejar minuciosamente esta pintura corporal. Em seguida, ele levou várias horas para concluir a pintura em si, usando tinta respirável para transformar o corpo do modelo em uma obra de arte alucinante. Depois de uma hora cuidando do posicionamento Stoetter bateu a foto que você vê aqui.

Apesar de todo o processo ser bastante longo e trabalhoso, o artista diz que ele está muito feliz com o resultado final. Ele diz: "A maioria das reações das pessoas são 'bela foto de um papagaio, onde você fotografou?"Quando eles descobrem que na verdade é uma pintura do corpo,eles ficam impressionados!

Confira outras obras de Stoetter em seu site



Via My Modern Metropolis

QUANDO O ORIGAMI ENCONTRA A DANÇA E A FOTOGRAFIA

Melika Dez  e  Pauline Loctin , artistas de Montreal, se conheceram em janeiro de 2018 e decidiram combinar suas imaginações em uma colabor...