A ENIGMÁTICA ARTE DE KRIS KUKSI



Corpos deformados, máquinas e carne fundidas em uma única massa, com elementos da arquitetura recobrindo tudo isso. Difícil definir as obras do artista americano Kris Kuksi, cujo trabalho detalhado e flertando com o macabro lembra cenários de realidades fantásticas tal qual cenários steampunk.

Nas palavras do diretor Guillermo Del Toro, grande fã do artista, o trabalho de Kuksi é rococó pós-industrial, em alusão ao estilo clássico derivado do barroco, em que mais e mais decorações e ornamentos eram aplicados às obras.

O trabalho de Kuksi é de tirar o ar. Nas palavras dele mesmo: “A humanidade se tornou frívola e frágil, guiada principalmente pela cobiça e materialismo” e pretende, com seu trabalho “expor as falácias do Homem e, assim, incitar um novo nível de consciência”.

A arte ajuda muito no alinhamento de pensamentos desorganizados, pois uma vez que registramos pensamentos em forma de poesia, música, pintura ou escultura por meio de um padrão técnico (como, por exemplo, um determinado tipo de lápis e um determinado tipo de traçado para um desenho), podemos não perceber, mas estamos, sim, transformando dados e informações voláteis do nosso cérebro em dados assimiláveis, tanto para nós mesmos, quanto para nossa audiência.



  




  



  


Mais sobre o artista você poderá encontrar em sua página do Facebook e Instagram.

Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE REBORN DE LARISSA VERSOLATO

As expressivas esculturas em argila de Jurga Martin

Romero Britto e sua arte inspiradora