01/09/2018

PAIXÃO COMO INSPIRAÇÃO NAS OBRAS DE ANGELA MIA DE LA VEGA





Desde que esculpiu seu primeiro bronze em 1994, a artista norte-americana,  Angela Mia De la Vega cria desde então esculturas de bronze figurativas para colecionadores, corporações e instituições internacionais em todo o país. Exaltar o espírito humano através de rostos expressivos e movimentos corporais naturais tornou-se a marca registrada da escultura figurativa de bronze de Ângela Mia De la Vega. A maior inspiração de seu trabalho é a individualidade curiosa e em constante mudança de seus filhos.



Diz-se que as esculturas figurativas de Ângela emanam um espírito vivo único, que é algo que a artista alcança conhecendo e amando, de fato, seus súditos. Angela esculpe em argila suas observações profundamente detalhistas, refletindo até mesmo a menor nuance de caráter e, finalmente, revelando uma imagem aguda e hipnotizante de seu modelo.





Por causa da paixão que inspira a minha escultura, espero transmitir a complexidade das emoções para aqueles que contemplam o meu trabalho. Quero que meu trabalho seja lembrado como algo que inspira e desperta a ternura do espírito - algo dentro de nós que nos permite parar e apreciar as coisas mais importantes, como família e emoções, especialmente o amor ”.

Angela formou-se na Summa Cum Laude pela Clarion University of Pennsylvania e completou os estudos de graduação e pós-graduação na Universidade de Madri, na Espanha. Ela é membro da Sociedade Nacional de Escultura, The Guild for Artists e Artisans, American Women Artists e foi recentemente nomeada como Living Master pelo ARC (Art Renewal Center).




 
 










 






 




(Fontes: DeLaVega Studios, Artsy)

QUANDO O ORIGAMI ENCONTRA A DANÇA E A FOTOGRAFIA

Melika Dez  e  Pauline Loctin , artistas de Montreal, se conheceram em janeiro de 2018 e decidiram combinar suas imaginações em uma colabor...